Japão/Osaka

Passeando 4 dias por Osaka

Fiquei 4 dias em Osaka para conhecer melhor essa cidade que adoro visitar.
Visitei: Umeda Sky Building, Namba, Dotonbori, Sam and Daves, Castelo de Osaka, Amerika Mura, Cosmo Tower, Universal Studios, Yasaka Shrine.

Fui de trem-bala (Nagoya à Osaka– 6580 ienes lugares reservados,  em 50 minutos), me hospedei no Hotel Toyoko Inn de Namba (o casal 3 diárias com café da manhã: 20.200 ienes) e usei o passe de transporte válido por 1 dia (850 ienes), com viagens ilimitadas de metrô, new tram e ônibus. Eu e o maridão fizemos esses passeios no fim do mês de Julho, época bem quente aqui no Japão.

OSAKA (大阪)

Apelidada de “Veneza Japonesa” pelos seus vários canais e rios que cortam a cidade. Está localizada na região de Kansai à 550 km de Tokyo, na província de mesmo nome, é uma das cidades mais antigas do país. Antigamente chamada de Naniwa, quando imperadores administravam o país nessa região.

Costumava ser apelidada de a “Cozinha da Nação” porque era o centro nacional do comércio de arroz, e de armazenamento de peixes e grãos. E ainda é muito procurada pela sua boa comida, um exemplo é o típico okonomiyaki (お好み焼, seria a “pizza japonesa”) e o takoyaki (たこ焼き, bolinho de polvo assado na chapa). Vídeo do Okonomiyaki:

Osaka, hoje em dia, é a 3º cidade mais populosa do Japão e o segundo mais importante centro empresarial do país. E tem seu próprio dialeto (língua regional), aqui em vez de dizer arigatoo (obrigado) diz-se ookini.

Como toda metrópole, são muitas as opções de passeios, tem para todos os gostos.

Mapas da cidade e distritos de Osaka: aqui

Mapa do metrô e trens: aqui (em pdf)

Para ver rotas, horários e preços de metrô e trem: aqui (em inglês). Tem post no blog sobre esse site: Trem no Japão com o Hyperdia

COMEÇANDO A AVENTURA

DIA 1

Nagoya à Osaka de trem bala. O trem bala pára na estação Shin-Osaka que fica mais afastada do centro (3km da estação de Osaka). Para ir à nossa primeira visita, o edifício Umeda Sky Building, fomos de Shin-Osaka de metrô até a estação Umeda (230 ienes, saída 4 ao lado de Yodobashi Camera. Aqui é fácil se perder porque a estação de Umeda e Osaka são uma ao lado da outra, com galerias subterrâneas e várias lojas de departamentos em cima. Aconteceu comigo. Nesse mesmo local há várias estações distintas: JR Osaka, Hankyu Umeda, Hanshin Umeda, Umeda (linha Midosuji do metrô), Nishi-Umeda (linha Yotsubashi do metrô), Higashi-Umeda (linha Tanimachi do metrô). Aqui é o centro da cidade. Aproveitei para deixar as malas na estação JR Osaka. Ah nessa estação tem uma fonte que se chama “Water Clock” (Relógio de água), vale a pena ver.

De outra vez que fui visitar Osaka/Nara fiz até um vídeo da fonte:

Depois de deixar as malas fiquei procurando o prédio Yodobashi Camera e segui a pé pelo mapa, tem que passar por um túnel de pedestres (underpass). Mapa para chegar ao edifício: aqui

UMEDA SKY BUILDING(梅田スカイビル)

umeda sky bldg osaka_mini

Umeda Sky Building

É um edifício de 173 metros, que impressiona pela sua arquitetura futurista com 2 torres e no meio duas escadas rolante suspensa, famoso pelo seu “observatório jardim flutuante“, no modo de dizer porque no topo você tem uma experiência “flutuante” ao ar livre, não há um jardim de verdade. O elevador é de vidro e no 40º andar se tem um vista de 360 graus da cidade. De um lado vários prédios, do outro rios, trilhos de trem, dá para ver o mar também. O topo tem uma parte fechada e mais acima uma parte ao ar livre.

(Só clicar nas imagens para ver maior)

Comentários das Fotos: Cena bem diferente da via expressa passando por dentro do prédio, muito Japão isso. “camarotes” especiais para apreciar a vista. Cadeados na “cerca” é um costume romântico de vários lugares do mundo, representa o amor eterno, tem o nome do casal gravado. E para os apaixonados têm moldura em coração para tirar foto. E uma das vistas panorâmicas da cidade.

O resto do prédio é ocupado por escritórios, e no subsolo tem a réplica de uma rua japonesa do Período Showa (1920): Takimi-koji onde há vários restaurantes.

Comentários das Fotos: Aqui dá para entender o termo “observatório flutuante”. Subsolo com restaurantes baseado na época Showa, tem até música para entrar no clima.

Horário: 10:00 às 22:30 (entrada até às 22:00 h)

Ingresso:  700 ienes adultos

Acesso:

Mapa no Googleaqui

Mapa no Iphone: aqui

Mais informações e preços no website oficial: aqui (em inglês)

Pegamos as malas e fomos de metrô estação Umeda até a estação de Namba (230 ienes linha Midosuji, saída 5), fazer nosso check-in no Hotel Toyoko Inn de Nanba (rede de hotéis em todo o JP, econômico tipo Ibis, tem post sobre o hotel no blog: Hotel barato no Japão: Toyoko Inn). São 5 minutos à pé da estação, bem pertinho. Mapa no Google: aqui e no Iphone: aqui

toyoko inn namba_mini

Já que queríamos aproveitar a noite (balada), depois do check-in, fomos só dar uma volta nos arredores da estação de Namba. Essa região é o segundo maior centro da cidade. Tem galerias subterrâneas, shopping, muitas lojas, teatros e vários restaurantes.

DOTONBORI

Aqui tem um canal artificial construído em 1615, e uma rua de mesmo nome Dotonbori. Aqui é um dos lugares que a cidade “não dorme”, é muito movimentado, tanto de dia como de noite, o fluxo de pessoas é grande, que são atraídos pelas luzes de neon à noite com o famoso “Homem Glico correndo” (instalado em 1935 e símbolo de doces Glico), e pelos vários restaurantes, cafés, lojas, bares e casas noturnas que tem ali. Tirar foto imitando o Glico Man já é tradição.

Glico Man noite

Glico Man

No canal dá para fazer passeios de barco. Como estávamos nessa região, no fim da tarde, vimos Dotonbori de dia e iluminada.

Acesso: Mapa no Google: aqui e no Iphone: aqui.

(Só clicar nas imagens para ver maior)

GALERIA  SHINSAIBASHI-SUJI

Galeria coberta com mais ou menos 600 metros, são várias lojas de roupas, alfaiataria, joalherias, restaurantes, fast food, eletrônicos, já era uma área comercial no Período Edo.

SAM E DAVES

Balada da região de Namba que fica em um prédio (6º andar), perto do canal Dotonbori, o bom é que o hotel era perto do hotel, então fomos à pé mesmo, 10-15 minutos andando. Nunca tinha ido e voltado à pé para a balada. rs. Preços: 2.000 ienes (homem com 2 drinks incluso) – 1.000 ienes (mulher com 1 drink incluso).

Só ficamos 2 horas porque no outro dia tínhamos um dia inteiro de passeios programados. Passear também cansa. rs

Como vocês viram, o post ficou gigante, vou continuando os passeios num próximo post 😉

> Dia 2: Osaka: Castelo – Amerika Mura – Cosmo Tower

> Dia 3: Osaka: Universal Studios Japan

> Dia 4: Osaka: Namba Yasaka Shrine

OUTROS PASSEIOS EM OSAKA:

> Kaiyukan – o Aquário de Osaka

> O Festival Summer Sonic

PASSEIOS EM CIDADES PRÓXIMAS A OSAKA:

> Uma manhã de passeio em Kobe

> Kyoto

 E você já curtiu a página do Facebook? Curte lá 👍 =>https://www.facebook.com/aAventuraComeca

 Já segue o blog no Instagram 📷 =>@aaventuracomeca ? Lá você acompanha tudo em tempo (quase) real.

 Não perca os passeios e viagens ao vivo no Snapchat =>aaventuracomeca

Anúncios

4 pensamentos sobre “Passeando 4 dias por Osaka

  1. Esse post realmente ficou muito bom! Varias dicas imperdíveis para quem quer conhecer Osaka.As fotos expressam toda a beleza da cidade e você soube captar detalhes importante dos pontos turísticos mais apreciados, vide o Glico Man que é a marca registrada de Osaka!!
    E na parte gastronômica, citou muito bem o Takoyaki e Okonomiyake,iguarias que fazem sucesso em todo o Japão.
    E você sabia que Osaka é cidade irmã da nossa querida terrinha?!
    Parabéns novamente por essas preciosas informações e lindíssimas fotos dessa cidade maravilhosa.Se superando a cada post…o que será que virá no próximo?!
    Aguardando ansiosamente!!

    Curtir

    • Olá Neide querida, obrigada pelo comentário. Que bom que gostou, fico contente com sua opinião. Não sabia desse fato de cidade irmã, que legal. Adoro falar de Osaka, uma cidade que adoro. Volte Sempre. Beijos

      Curtir

  2. Prezada Jaque, estou preparando nossa ida (eu e meu marido) ao Japao, em julho. Temos amigos em Osaka, entao começaremos por lá. Serão apenas 12 dias no total, mas dará para conhecer um pouco. Achei seu blog pelo google e estou gostando muito! Vou usá-lo para muitas consultas. Muito bom esse espírito de colaboração que a internet possibilita, né? Um abraço, Eloisa

    Curtir

    • Olá Eloisa. Fico contente em saber que está sendo útil. Osaka é uma cidade muito boa para ter como base para Kyoto e Nara. E ela em si já tem vários atrativos. Só se preparem para o calor Julho é quente, principalmente fim do mês. Boa Viagem! Um abraço.

      Curtir

Deixe um Comentário! Seu email não será divulgado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s