Dicas de Viagem/StopOver

Dicas: Como eu faço meu roteiro de passeios (atrações)

Olá leitores! Esse post é um pouco diferente, quero dividir com vocês como faço o planejamento do que fazer em cada dia nas cidades que vou visitar.

Primeiro faço uma lista das atrações que sempre quis ver, e também incluo as que são indicadas para aquela cidade (geralmente vejo nos sites de turismo da cidade que vou visitar).

Para fazer a lista, vou fazendo rascunho em papel, e passo para o aplicativo Evernote (às vezes já escrevo direto por ele), que é gratuito e tem versão para celular e programa para Mac ou Windows, e o bom que sincroniza entre eles e assim dá para acessar também por qualquer computador pelo site, gosto dele porque é uma opção se o celular ficar sem bateria.

lista atracoes

Na foto: Anotações em bloco de papel com atração, horário, preços e estações. No Evernote, já acrescento os sites também, qualquer coisa dá para consultar durante o passeio/viagem. E no mapa do metrô marco as estações que vou usar e horário que algumas atrações fecham.

Continuando a lista, ao lado dos nomes das atrações vou colocando os horários de aberturas e fechamento da atração e qual o dia que está fechado (folga). Essa parte é importante pois tem algumas que ficam abertas até mais tarde (de noite) dando tempo para encaixar o passeio no fim do dia, e claro às vezes é feriado e pode estar fechada, e ainda tem atrações que em determinado dia se tornam gratuitas (tipo no primeiro domingo do mês). Outro detalhe que pode influenciar é se a estação é inverno ou verão, no verão algumas atrações tem o horário estendido.

E do lado dos nomes das atrações vou colocando os preços.  Sabendo os preços já tem uma idéia de quanto vai precisar gastar com atrações por dia. Eu pesquiso no próprio site da atração.

E também aproveito para colocar na lista o nome da estação de metrô/trem mais próxima de cada atração.

Para distribuir as atrações por dia. Faço de 2 jeitos, vejo roteiros de outros blogs de viagens para ter uma idéia do que é possível fazer em 1 dia ou até roteiros de agências de viagem, e/ou vou separando as atrações que eu escolhi ver por região.

Ah, se a cidade tiver passe com várias atrações, e algumas das que quero visitar inclusas nele, eu aproveito, compensa bastante, mas aí faço o roteiro baseado no passe para aproveitá-lo bem. Em Paris comprei 1 desses passes e fiz meu roteiro de 2 dias com ele (post: aqui).

E claro quando se compra um passe de atrações, geralmente eles são “fura-filas“, tem uma fila especial na atração só para quem tem esse tipo de passe.

Se planejo visitar vários museus, distribuo um pouco entre dias diferentes para não cansar do mesmo tipo de atração e porque geralmente leva um pouco mais de tempo pra visitá-los (adoro museus, rs).

Se eu chegar na cidade na metade do dia, aproveito e faço os passeios que não são pagos e que não dependem muito de horário, que são ao ar livre, tipo praças e fontes famosas. Foi o que fiz quando cheguei à Roma (post: aqui)

Torres e prédios é bom programá-los subir ao final da tarde para apreciar a vista panorâmica da cidade de dia e de noite. Com certeza tive o melhor da Torre Eiffel fazendo isso (post: aqui) e quando visitei o Cosmo Tower em Osaka (post: aqui).

E ainda atrações que geralmente tem muita fila é melhor fazer reserva online, assim economiza no tempo e consegue ver mais coisas no dia. No Museu do Vaticano reservei e ainda pude entrar antes (post: aqui).

Outra coisa importante é o transporte, nas cidades grandes e capitais para mim o melhor meio de transporte é o metrô ou trem, que é rápido e prático, carro tem o trânsito, tem que se preocupar com lugar pra estacionar e se torna mais um gasto.

E nessa hora o passe de transportes é uma ótima escolha, que seja para um dia ou mais. E o bom que dá liberdade para ir em pontos mais distantes e ir parando mais vezes quando tem algo interessante no caminho para outra atração.

Eu sei que fazer essa programação leva tempo e necessita pesquisa, claro que você também deve explorar o local que está, não precisa seguir tudo ao “pé da lista” que você fez. Mas com planejamento você não perde tempo e tem menos imprevistos, digo isso por experiência própria. O bom é que com a internet,o sr.Google e o crescimento dos blogs fica mais fácil organizar uma viagem.

Bom é assim que faço meus roteiros dia a dia 😉

POSTS SOBRE EUROPA E STOPOVER:

Índice dos posts Europa/StopOver

Matéria sobre Stopover, na edição 283 da Revista Alternativa (do Japão)

Entrevista para o blog Clube da Necessaire sobre minha experiência ao fazer Stopover na Europa

POSTS SOBRE PASSEIOS NO JAPÃO:

> Índice dos Posts Japão

Anúncios

Deixe um Comentário! Seu email não será divulgado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s