REIMS

Fica à 145km de Paris e são 45 minutos de trem TGV (alta velocidade). A estação de partida é a Gare de l’Est, paguei só 3 euros (ida) que era pela taxa de reserva pois tinha o passe Eurail Pass.

É uma cidade pequena mas famosa por suas antigas e tradicionais “caves” de champanhe. Algumas que se podem visitar são: “caves” de Pommery, Ruinart, Taittinger, Veuve Cliquot, Martel. As visitas são com hora marcada e tem uma degustação de champagne no fim do tour.

Champanhe

Champagne só apareceu no século 17, quando as pessoas começaram a dominar a efervescência natural do vinho local e poda das videiras e mistura crus e variedades de uva, como fez o monge Dom Perignon.
Intimamente ligado à monarquia, Champagne tornou-se o vinho de coroações, então o vinho dos reis. Seu sucesso se espalhou para a elite aristocrática do mundo no século graças 19 para a energia das casas de champanhe, o que tornou o símbolo do espírito francês. (Fonte: Site de Turismo de Reims).

A palavra “champagne” também é protegida com grande vigilância, e apenas pode ser utilizada nos vinhos originais da região. Qualquer vinho semelhante, mesmo produzido pelo método champanhês noutros locais ou países só pode apelidar-se de “espumante” e nunca “champanhe”. (Fonte: Wikipedia)

Mas como não tínhamos reservado nenhuma visita às caves, só comprei uma garrafa de champanhe Pommery em umas das lojas de champanhes em frente à catedral de Notre Dame. Visitamos o centro e a Catedral.

Catedral de Notre Dame de Reims

Arte gótica do século 13 (ano de 1211), local onde eram coroados os reis franceses. O batismo de Clóvis em Reims, em 498, é o ato fundador do reino dos Francos. Desde então, Reims se tornou a cidade da consagração real: 29 reis foram ali coroados entre 1027 e 1825. A cerimônia ocorria no coro da catedral. Site Oficial da Catedral: aqui

Comentários das Fotos: Dentro do trem TGV. Feirinha de Reims no caminho para a Catedral. Catedral de Notre Dame de Reims. Detalhes da Catedral. Dentro da Catedral. Estátua da Joana D’Arc. Lojas de Champanhe em frente à Catedral. A Catedral é linda, os vitrais são um mais bonito que o outro

Site Oficial de Turismo de Reims: aqui

Depois desse rápido passeio, voltamos à Paris para visitar a Dama de Ferro e desta vez subir no topo.

TORRE EIFFEL

torre eiffel linda

Construída em 1889 com projeto de Gustave Eiffel para a “Exposição Universal” que celebrava o centenário da Revolução Francesa, se tornou o símbolo da França no mundo. Sua construção durou 2 anos, tem 324 metros (contando com suas antenas). Seu nome (pronuncia-se com a sílaba tônica no último “e”, [eifél] e não [êifel]).

Como é de se esperar um monumento que recebe 7 milhões de turistas ao ano tem muita fila. Para entrar paguei 13 euros. Só para subir ao topo foram mais de 1 hora e meia, no total foram mais ou menos 3 horas para visitá-la (40 minutos só no topo). Há guardas do exército e vendedores ambulantes (vendem souvenirs da torre) embaixo da torre e na entrada todos são revistados. A Torre tem 3 níveis, no primeiro andar (57 metros) tem lojas e banheiros, no segundo (115 metros) é o restaurante e no terceiro (276 metros) a vista de Paris é maravilhosa.

Comentários das Fotos: Escritório de Gustavo Eiffel lá em cima. O “Champs de Mars” visto do 2º andar da Torre. E quando fomos, ela estava completando 120 anos então de noite a cada hora um espetáculo de luz deixava a torre multicolorida e piscando.

Champanhe Bar – Isso mesmo lá no ponto mais alto , dá para apreciar a vista tomando champanhe mas um privilégio que custa 10 euros a taça. Chique no último, literalmente. rsrs

20120930-221827.jpg

Comentários das Fotos: Experiência única. Amei!

Comentários das Fotos: O Rio Sena com a place de la Concorde ao fundo. O Louvre. O Arco do Triunfo. O Museu das Armas. Uau e você vê toda Paris é imperdível mesmo.

Eu subi quase no fim da tarde então deu para ver o pôr do sol também e a torre iluminada.

Curiosidade: o homem que tentou vender a Torre Eiffel, história: aqui

Mais informações de preços, horários e acesso no Site Oficial: aqui (em português)

Compra do ticket online: aqui

Aplicativo oficial para Iphone: aqui (2,99 euros ou 350 yenes) – 1 hora de áudio tour, 4 mapas interativos e informações práticas.

Mais fotos na página do Facebook: aqui

Anúncios