Europa/França/StopOver/Versailles

Dia 3 Chateau de Versailles

20120824-000144.jpg

Segundo dia usando o Paris Museum Pass e começando o passeio pelo Chateau de Versailles (Palácio de Versalhes).
Versalhes fica à 23 km de Paris e pertence à zona 4 (meu passe de transportes só era zona 1 e 2, falei dele: aqui) então fui de metrô até a estação Champs de Mars/Tour Eiffel (zona 1 ) com o meu passe e depois comprei o bilhete para o trem regional o RER da linha C por 2,90 euros (ida) e o percuso durou mais ou menos 20 minutos. Desci na estação “Versailles Rive Gauche” bem próxima ao palácio.

Na entrada do palácio/museu tem armários gratuitos para guardar mochilas, malas.
E também tem áudio-guia grátis em 10 idiomas: Inglês, Francês, Alemão, Espanhol, chinês, japonês, português, coreano, russo, italiano.

20120824-000459.jpg

Considerado um dos maiores palácios do mundo com seus 700 quartos, 2153 janelas e 1250 lareiras, seu estilo e arquitetura foram inspirados e copiados por muitos outros em vários países. É muito luxuoso, com obras de arte, detalhes em ouro no teto e nas paredes, tem lustres de cristal e pisos de mármore.

20120823-234734.jpg

De um simples pavilhão de caça, Luís 14 (que se auto denominava o Rei-Sol) mandou construir (a partir de 1664) o palácio mais imponente e luxuoso que já tinha existido, na verdade um palácio moderno para a época, sem fosso, sem torre, sem muralha bem diferente dos castelos ainda remanescentes da Idade Média. E assim transferiu seu governo e corte de Paris para Versalhes de onde reinava com uma monarquia absoluta e seus códigos de comportamento e etiqueta. Depois os seguintes reis Luís 15 e Luís 16 foram aumentando e alterando o palácio. Em 1789 na Revolução Francesa, quase foi destruído, só foi poupado pelo seu valor artístico e cultural, alguns objetos e móveis foram leiloados e transferidos para outros locais (foi quando a Monalisa foi “morar” no Louvre, até então ficava no palácio). E em 1837 o palácio foi transformado em museu.

Mais informações sobre sua construção: aqui
Vídeo animado da construção: aqui (em francês)

Mapa do que pode ser visitado:
área interna: aqui
área externa: aqui

20120824-000939.jpg

20120824-001119.jpg

Destaque para:
Galeria dos Espelhos (1684)
Com 73 metros de comprimento por 13 de largura, são 17 janelas e 357 espelhos enormes, é a jóia do palácio projeto do arquiteto Mansart. O teto tem pinturas com as realizações do Rei Luís 14.
Imagina construir uma sala dessas em uma época em que o espelho custava mais caro que obras de pintores renascentistas além de ser um objeto raro pois só era produzido em Veneza. Outra curiosidade, aqui foi assinado o Tratado de Versalhes que marcou o fim da Primeira Guerra Mundial.

20120824-001402.jpg

Grand Canallago artificial de 1,7km de comprimento onde navegavam barcos e gôndolas venezianas.
E os JARDINS com fontes, estátuas, lagos, bosques desenhados por André Le Nôtre, um importante paisagista da época são lindos, maravilhosos considerados até uma obra de arte. Assim como o Palácio, faz parte da lista de Patrimônio Mundial da UNESCO. Ele tem iluminação especial à noite.

Mapa dos jardins: aqui (Google Imagens)
E tem aplicativo dos jardins para Iphone e Android grátis, só que em inglês e francês: aqui e no ITunes.

20120824-003537.jpg

20120824-003143.jpg

20120824-003159.jpg

Não deu tempo de ver Domínios de Maria Antonieta (Petit Trianon) e o Grand Trianon.

Site Oficial com horários, preços, acesso: aqui

Fotos do Flickr do Palácio Versalhes em várias épocas e enviados por visitantes: aqui

20120824-003210.jpg

Foi um dos locais que mais gostei de visitar teria passado o dia inteiro (que é o ideal) fiquei umas 4 horas lá mas ainda tinha que visitar o Louvre (adoro museus) e o Arco do Triunfo. Que ficou para o próximo post: Paris: Louvre- Arco do Triunfo

Anúncios

4 pensamentos sobre “Dia 3 Chateau de Versailles

  1. Oi Jaque!!
    Estava super curiosa de ver o post de Versalhes e você simplesmente arrasou!!
    Com belas fotos e um texto maravilhoso com requintes de detalhes. Para nós que um dia sonhamos conhecer esse lugar, foi um presente!!Uma das fotos que mais me impressionou foi a Galeria dos Espelhos, não imaginava tamanha riqueza da época…sem contar na beleza Real dos jardins e na arquitetura do Palácio. Sem dúvida uma viagem inesquecível né!!Parabéns pelo blog e pelos posts!!

    Curtir

    • Oi Neidi,
      Obrigada, que bom que você gostou, adorei saber sua opinião. É um lugar tão lindo e foi tão importante que tinha que falar melhor dele. E a Galeria realmente é impressionante. Bjs

      Curtir

  2. Tem cada café mais interessante que o outro em Versalhes e os melhores são aqueles que ficam longe dos olhos dos turistas, onde é possível conversar com os locais de forma muito mais natural. Achei um excelente destino. Abraços.

    Curtir

    • Oi Johnnie, adorei essa cidade, Versalhes tem seu charme não só pelo lindo Chateau, queria ter tido mais tempo para explorar suas belezas, e eu adoro café’s, quem sabe na próxima! Obrigada pelo comentário. Abraços.

      Curtir

Deixe um Comentário! Seu email não será divulgado.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s